NOTÍCIAS

Direitos Humanos
Institucional
Gestao Responsavel
Integridade
Ambiental

ETHOS

Estatais assinam termo de compromisso de conduta empresarial responsável

10/06/2014

Compartilhar

Empresas brasileiras se reuniram em 9/6, em Brasília, durante evento de comemoração dos 43 anos da Secretaria de Assuntos Internacionais.

Representantes do Banco do Brasil, da Caixa Econômica Federal, da Itaipu Binacional e da Eletrobrás assinaram nesta segunda-feira (9/6) um termo de compromisso relativo às diretrizes de conduta empresarial para multinacionais recomendadas pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). A assinatura do termo foi feita durante a Jornada Internacional do Ministério da Fazenda, evento organizado para comemorar os 43 anos da Secretaria de Assuntos Internacionais (Sain) do Ministério da Fazenda.

A convite do secretário de Assuntos Internacionais, Carlos Cozendey, o Instituto Ethos participou do evento, representado por Aline Figueiredo, coordenadora de Relações Institucionais. O engajamento das estatais brasileiras em iniciativas que promovam a sustentabilidade nacional e internacionalmente tem pleno apoio da entidade, cujo papel central é a mobilização de empresas para o desenvolvimento de uma economia includente, verde e responsável no Brasil e em todo o mundo.

O termo de compromisso elaborado pela Sain tem o objetivo de implementar e promover as diretrizes da OCDE destinadas a empresas multinacionais. Tais diretrizes trazem recomendações sobre conduta empresarial responsável e estabelecem parâmetros básicos para multinacionais nas áreas trabalhista, ambiental, tributária e de direitos humanos, entre outras.

Para Carlos Cozendey, é importante que as empresas estatais com atuação internacional assumam compromisso com essas diretrizes da OCDE. “Trata-se da imagem do país e de suas empresas”, disse. “Embora o Brasil não seja membro da OCDE, o país tem atuado dentro da organização ao participar de comitês”, complementou.

Durante o evento, o secretário falou também sobre outros projetos que vêm recebendo o apoio da Sain, como o Banco dos Brics e o Banco do Sul. “São novas áreas de cooperação internacional, que irão demandar bastante da secretaria”, afirmou.

Fonte: Portal Brasil

Foto: David Araújo – ACS/GMF

CONTATO

© 2016-2020 Instituto Ethos - Todos os direitos reservados.