NOTÍCIAS

Direitos Humanos
Institucional
Gestao Responsavel
Integridade
Ambiental

ETHOS

Ethos apresenta à Firjan sua atuação no combate à corrupção

16/04/2014

Compartilhar

A apresentação se deu durante reunião do Conselho Empresarial de Responsabilidade Social e Assuntos Legislativos do Sistema Firjan.

No dia 10 de abril, o Instituto Ethos participou de reunião do Conselho Empresarial de Responsabilidade Social e Assuntos Legislativos do Sistema Firjan (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro) para apresentar aos conselheiros a Lei Anticorrupção Empresarial (Lei 12.846/2013) e também o Pacto Empresarial pela Integridade e contra a Corrupção, uma iniciativa do Instituto Ethos em parceria com a Patri Relações Governamentais & Políticas Públicas, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), o Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crime (UNODC), o Fórum Econômico Mundial e o Comitê Brasileiro do Pacto Global.

O evento contou com a presença de Caio Magri, diretor executivo de Operações, Práticas Empresariais e Políticas Públicas do Instituto Ethos, e de Ana Luíza Silva, coordenadora de Práticas Empresariais e Políticas Públicas, que foram recebidos por Luiz Chor, presidente do Conselho Empresarial de Responsabilidade Social do Sistema Firjan. Também participou da reunião o diretor de Compliance da Siemens, Wagner Giovaninni, que apresentou os exemplos de atuação da empresa nesse setor.

No encontro, Caio Magri destacou que desde 2004 o Ethos vinha trabalhando em apoio à regulamentação da Lei Anticorrupção Empresarial e que sua aprovação representa uma verdadeira mudança de cultura no meio empresarial. “A lei é uma forma de reconhecer o papel desempenhado pelas companhias que adotam boas práticas de compliance, não representando uma punição, e sim um benefício para as empresas responsáveis”, afirmou.

Para ele, o papel das empresas como um ator político tem sido fundamental para o avanço da agenda do combate à corrupção no país: “A partir de 2010, a aprovação do PL 6826/2010, que geraria a Lei Anticorrupção, foi defendida e fortemente articulada pelo Instituto Ethos, com o apoio fundamental do Grupo de Trabalho Empresas pela Integridade e das companhias signatárias do Pacto pela Integridade e contra a Corrupção”.

Nesse sentido, foram realizados manifestos públicos pela aprovação do projeto de lei com o apoio das empresas do GT e a sensibilização do setor empresarial e da sociedade em geral para a importância do tema, por meio de debates, da produção de conhecimento e de visitas ao Congresso para influenciar e articular a inclusão do projeto na pauta de votações.

“Sua aprovação em 2013 representou uma grande vitória para as empresas que atuam dentro da lei e buscam uma competição leal e transparente por melhor posição no mercado”, disse o diretor do Ethos.

Magri finalizou sua participação apresentando o trabalho desenvolvido pelo Pacto Empresarial pela Integridade e contra a Corrupção e destacando a importância do Cadastro Nacional de Empresas Comprometidas com a Ética e a Integridade (Cadastro Empresa Pró-Ética), realizado em conjunto pelo Ethos e pela Controladoria-Geral da União (CGU). “Ambos as iniciativas são estratégias para aperfeiçoar as políticas públicas em torno dos temas da integridade e da prevenção e combate à corrupção.

Evento reúne associados ao Ethos no Rio de Janeiro

Também em 10 de abril e na sede da Firjan, o Instituto Ethos promoveu um encontro com as empresas associadas no Estado do Rio de Janeiro. O evento contou com a presença de 21 associados e a participação de Caio Magri, diretor executivo de Operações, Práticas Empresariais e Políticas Públicas do Instituto Ethos, e de Luiz Chor, presidente do Conselho Empresarial de Responsabilidade Social do Sistema Firjan.

O objetivo do encontro foi apresentar a agenda do Instituto Ethos para o ano de 2014 e reativar o diálogo com os associados do Estado do Rio de Janeiro. Durante a reunião, Caio Magri ressaltou a importância da participação de todos os associados nas iniciativas promovidas pelo Instituto Ethos.

Para os associados presentes na reunião, o encontro representou um novo canal de diálogo entre eles para troca de experiências e a possibilidade de novas atuações em conjunto com o Instituto Ethos. Além disso, os associados destacaram a importância de ter um representante do Ethos no Estado para facilitar o fluxo de informações e intensificar o trabalho com o Ethos.

Ao longo de 2014, estão previstos novos encontros com os associados do Rio de Janeiro para planejar a atuação no Estado.

Instituto Ethos

 

CONTATO

© 2016-2020 Instituto Ethos - Todos os direitos reservados.