AGENDA

Compartilhar

Falta de transparência nos gastos da Copa é tema de seminário em Curitiba

Nos Indicadores de Transparência, a prefeitura de Curitiba teve desempenho muito baixo, enquanto o Estado do Paraná alcançou nota média.

Curitiba, outubro de 2013 – No próximo dia 5 de novembro, das 14 às 18 horas, no Campus da Indústria, do Sistema Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), será realizado o Seminário Jogos Limpos – Transparência na Copa 2014 em Curitiba: Como Está Esse Jogo? O evento será uma mesa de diálogo dentro do Fórum Transparência & Competitividade, organizado pelo Sistema Fiep e pelo Instituto das Nações Unidas para Treinamento e Pesquisa (Unitar), que ocorrerá nos dias 5 e 6 de novembro de 2013, com objetivo de promover o diálogo sobre o papel social das empresas na conscientização, prevenção e combate à corrupção em todos os níveis, de forma a aumentar o desempenho competitivo.

O Seminário Jogos Limpos vai mostrar os resultados da aplicação dos Indicadores de Transparência criados pelo Instituto Ethos para avaliar o grau de transparência dos dados sobre os investimentos públicos feitos por Estados e municípios nas obras para a Copa do Mundo. Em geral, o resultado foi ruim. Especificamente na capital paranaense, nível atingido foi “Muito Baixo”. Em 100 pontos possíveis, a cidade obteve 15,24. Já o Estado do Paraná obteve um desempenho melhor. Somou 42,15 pontos e chegou a um nível “Médio”.

O método dos indicadores avalia de forma objetiva as atividades do governo por meio de perguntas diretas, cujas respostas correspondem a “sim” ou “não”. A avaliação da transparência em Curitiba foi realizada a partir dos canais indicados e/ou validados pelo próprio prefeito.

O seminário faz parte de uma sequência de 12 encontros públicos, que estão sendo realizados pelo projeto Jogos Limpos, do Instituto Ethos, no decorrer do ano de 2013, em todas as cidades-sede da Copa de 2014.

Durante a eleição no ano passado, o Projeto Jogos Limpos buscou o comprometimento com a transparência dos candidatos a prefeito nas cidades-sede. O prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, ainda como candidato, assinou o Pacto pela Transparência Municipal, comprometendo-se a ampliar a transparência dos investimentos na Copa 2014 na cidade.

PROGRAMAÇÃO
Mesa 1 –
“Que legado a Copa do Mundo deixará para a cidade de Curitiba e o Estado do Paraná?”
Debatedores: Reginaldo Luiz dos Santos Cordeiro, secretário de Urbanismo e chefe da Secretaria Extraordinária para a Copa do Mundo; Olga Firkowski, da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e do Observatório das Metrópoles; e o vereador Paulo Rink, presidente da Comissão Especial para Assuntos Relacionados à Copa do Mundo.
Mediador: Wilson Soler (jornalista do Sindicato dos Jornalistas do Paraná)

Mesa 2 – “Como está a transparência na Prefeitura de Curitiba e no Governo do Paraná na Copa do Mundo?”
Debatedores: Anderson da Silva Sanches e Eduardo De Biaggi, analistas de Finanças e Controle da Controladoria-Geral da União no Paraná (CGU-PR); Luiz Bernardo Dias Costa, presidente do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR); e Angélica Melo, coordenadora nacional do Projeto Jogos Limpos, do Instituto Ethos.
Mediador: Wilson Soler, do Sindicato dos Jornalistas do Paraná.

SERVIÇO
O quê:
Seminário Transparência na Copa 2014: Como Está Esse Jogo em Curitiba?;
Quando: 5 de novembro de 2013, das 13h00 às 18h00;
Local: Auditório Caio Amaral, no Campus da Indústria, do Sistema Fiep;
Endereço: Avenida Comendador Franco, 1341 – Curitiba (PR);
Inscrições: O evento é aberto ao público. As inscrições devem ser feitas pela página do Fórum Transparência & Competitividade.

CONTATO

  • endereçoRua Dr. Virgílio de Carvalho Pinto, 445 - Pinheiros
  • endereço05415-030 São Paulo - SP
  • endereço* Para correspondências. Estamos 100% em trabalho remoto
  • telefone(55 11) 3897-2400
  • email[email protected]
  • horárioDe segunda a quinta - das 9h às 17h, sexta das 9h às 15h
  • imprensa(55 11) 3897-2416 / [email protected]
  • trabalhe conoscoTrabalhe Conosco

© 2016-2020 Instituto Ethos - Todos os direitos reservados.