AGENDA

Compartilhar

Fundo Brasil doa mais de R$ 1 milhão para direitos humanos

Desta vez, serão apoiados grupos ou indivíduos que combatam a violência institucional, a discriminação e o tráfico de pessoas.

O Fundo Brasil de Direitos Humanos vai doar mais de R$ 1 milhão neste ano para apoiar projetos que tenham o objetivo de combater a violência institucional, a discriminação e o tráfico de pessoas. A fundação abriu inscrições para dois editais: “Combate à Violência Institucional e à Discriminação” e “Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas”, que receberão inscrições até o dia 27 de fevereiro de 2015.

Por meio do Edital Anual 2015 “Combate à Violência Institucional e à Discriminação”, será doado um total de até R$ 800 mil, sendo até R$ 40 mil por iniciativa. As propostas devem ser apresentadas por organizações ou indivíduos que atuem na defesa de direitos humanos em todo o país. Serão priorizadas organizações da sociedade civil e defensores de direitos humanos que tenham poucos recursos e dificuldade de acesso a outras fontes.

O foco das propostas deve ter como base as seguintes questões: superexploração do trabalho; trabalho escravo e trabalho infantil; violência policial, de milícias ou esquadrões da morte; tortura e execuções; não acesso à terra e ao território; democratização do acesso à justiça; violação de direitos socioambientais; criminalização de organizações e movimentos sociais; violência contra defensores de direitos humanos; discriminação no acesso ao serviço público; discriminação de gênero, raça, etnia e orientação sexual ou em razão de condição econômica; e combate à intolerância religiosa.

Tráfico de pessoas

O Edital Anual 2015 “Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas” vai doar um total de R$ 360 mil, sendo até R$ 40 mil para cada projeto selecionado. O tráfico de pessoas é uma das grandes preocupações atuais e merece a atenção dos defensores de direitos humanos. A nova linha de apoio será destinada a grupos que combatam o tráfico para o trabalho escravo ou exploração sexual de mulheres, crianças e adolescentes. Ou, ainda que em menor escala, para o tráfico de órgãos ou adoções ilegais.

De acordo com a coordenadora de projetos do Fundo Brasil de Direitos Humanos, Taciana Gouveia, é fundamental que a informação sobre a possibilidade de apoio ao trabalho de combate ao tráfico chegue a todo o Brasil e encontre grupos dispostos a enfrentar a questão, pois esse é um problema muitas vezes silenciado.

“Os editais têm sido uma importante ferramenta de incentivo e apoio a diversos projetos do Brasil. Desde 2007, a fundação já apoiou 247 iniciativas nas cinco regiões do país, o que se traduz em R$ 7,4 milhões destinados a organizações de direitos humanos”, disse Taciana Gouveia.

Mais informações: Veja os editais completos no site www.fundodireitoshumanos.org.br e também nas páginas da fundação no Facebook (Facebook.com/fundobrasil) e no Twitter (twitter.com/fundobrasil).

CONTATO

© 2016-2020 Instituto Ethos - Todos os direitos reservados.