NOTA DE PESAR

Ricardo Boechat morre em acidente de helicóptero


11/02/2019

Compartilhar

Ethos lamenta e destaca legado do jornalista

O Instituto Ethos lamenta profundamente o acidente que pôs fim à vida e carreira do jornalista Ricardo Boechat, nesta segunda-feira (11). “O acidente de helicóptero que levou Boechat jamais poderá apagar o legado de quase 50 anos de uma carreira comprometida com o que de melhor produz o jornalismo: reflexão e criticidade”, diz Caio Magri, diretor-presidente do Ethos.

Boechat trabalhou em jornais como “O Globo”, “O Estado de S. Paulo”, “Jornal do Brasil”, “O Dia” e “Bom Dia Brasil”, atualmente ele liderava a bancada como apresentador do Jornal da Band e da rádio BandNews FM.

O jornalista destaca-se ainda por ser o único ganhador em três categorias diferentes (Âncora de Rádio, Colunista de Notícia e Âncora de TV) do Prêmio Comunique-se. Também ganhou por três vezes o Prêmio Esso, um dos principais do jornalismo brasileiro. E, em pesquisa do site Jornalistas & Cia em 2014, que listou cem profissionais do setor, Boechat foi eleito o jornalista mais admirado.

“Prestamos nossas condolências aos familiares. Com certeza esse é um dia triste para a imprensa e o povo brasileiro”, conclui Magri.

CONTATO

© 2016 Instituto Ethos - Todos os direitos reservados.