NOTÍCIAS

Direitos Humanos
Institucional
Gestao Responsavel
Integridade
Ambiental

NOTA DE PESAR

Teatro se despede de Maria Alice Vergueiro

Atriz, avó de colaboradora do Ethos, faleceu na manhã desta quarta-feira (3)

03/06/2020

Compartilhar

A atriz e diretora de teatro, Maria Alice Vergueiro, de 85 anos, faleceu na manhã desta quarta-feira (3), em São Paulo, após internação com quadro grave de pneumonia, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital das Clínicas. De acordo com a filha da atriz, Maria Silvia, a doença é decorrência do Mal de Parkinson, que acometia a mãe há anos.

Com mais de 50 anos de carreira dedicada ao teatro, a atriz passou por grandes grupos teatrais de São Paulo, como: Teatro de Arena, Teatro Oficina e o Teatro do Ornitorrinco. E, integrou o elenco de grandes montagens teatrais brasileiras, como “O Rei da Vela” (1967), “Galileu Galilei” (1975) e “A Ópera do Malandro” (1978). Na televisão, ela fez a novela “Sassaricando”, de 1987, na TV Globo.

“Uma mulher transgressora que traduziu no teatro as aspirações de gerações. Prestamos nossas condolências aos familiares e a Marina Esteves, que integra o quadro de colaboradores do Ethos. Sintam-se abraçados neste momento”, destaca Caio Magri, diretor-presidente do Ethos.

“Tapa na Pantera”, apresentado no 14° Festival de Gramado, na categoria independente, mostra toda a versatilidade de Maria Alice Vergueiro, que representou, de forma bem-humorada, a relação de uma mulher sexagenária com o uso da maconha. O curta metragem de ficção se tornou um dos primeiros virais da internet brasileira, em 2006.

Muitos famosos, parceiros de profissão da atriz, têm se manifestado sobre o falecimento daquela que é considerada uma das damas do teatro brasileiro.

Foto: acervo pessoal

CONTATO

© 2016-2020 Instituto Ethos - Todos os direitos reservados.