O Instituto

Compartilhar

Caio Magri sucede Jorge Abrahão na presidência do Instituto Ethos

Em 1 de janeiro de 2017, Caio Magri assumirá a presidência do Instituto Ethos. Ele dará continuidade ao trabalho iniciado pela instituição em 1998, que continua intenso até hoje.

caio-e-jorge

Comunicamos que, a partir de 1 de janeiro de 2017, Caio Magri assumirá a presidência do Instituto Ethos. Ele vai dar continuidade a uma jornada iniciada na fundação da organização, em 1998, cuja missão é estimular as empresas a se tornarem parceiras na construção de uma sociedade sustentável e justa.

Caio trilhou uma brilhante trajetória no Ethos, onde entrou em janeiro de 2004. Desde então, vem contribuindo para a construção de caminhos que possibilitem às companhias compreender os desafios e as oportunidades dos temas do desenvolvimento sustentável. É dotado de uma rara capacidade de diálogo com o empresariado e diversos segmentos da sociedade, além de ter toda a confiança da equipe.

“Por ter tido um papel fundamental no desenvolvimento do Ethos, Caio tem todas as condições de liderar o instituto neste momento de grandes desafios para as empresas e o país”, observa Oded Grajew, fundador e membro do Conselho Deliberativo do Ethos e coordenador-geral da Rede Nossa São Paulo.

Jorge Abrahão, que foi um dos fundadores do Ethos, deixará a presidência depois de seis anos no cargo. Nesse período, a instituição manteve sua essência, reputação e credibilidade, e participou das mais importantes iniciativas nacionais e globais relacionadas à gestão sustentável, à mudança do clima, aos direitos humanos, à inclusão social, à transparência e ao combate à corrupção. Além disso, mobilizou organizações, articulando-as com sociedade civil, academia e outros segmentos, a fim de promover importantes políticas públicas.

“Jorge soube conduzir o Ethos neste difícil contexto do país, extraindo dele o que poderia representar oportunidades para as empresas e avanços estruturantes para a sociedade”, acredita Guilherme Peirão Leal, fundador e membro do Conselho Deliberativo do Ethos e fundador e copresidente do Conselho de Administração da Natura.

Franklin Feder, presidente do Conselho Deliberativo observa que “o Ethos passa por um importante momento, no qual, além da mudança da presidência, será renovada uma parte do Conselho Deliberativo, o que significa também a renovação da esperança de ampliar sua contribuição para superar a turbulência que vive o Brasil e ir em direção a uma sociedade sustentável e justa”.

© 2016 Instituto Ethos - Todos os direitos reservados.