O Instituto

Compartilhar

Ethos renuncia participação do Conselho de Transparência do Senado Federal

Medida foi tomada após votação que derrubou investigação a Aécio Neves

O Instituto Ethos anunciou a saída do Conselho de Transparência do Senado Federal em ofício encaminhado ao presidente do Senado no dia 19 de outubro, um dia após votação que livrou Aécio Neves de investigações. O instituto fazia parte do conselho, desde 2013, junto a outras duas organizações a Transparência Brasil e Associação Brasileira de Imprensa.

No documento, o Instituto Ethos diz que “o Senado Federal deveria ser um exemplo e já teve inúmeras oportunidades para demonstrar sua responsabilidade com um Brasil mais íntegro e justo, porém, até agora, fracassou. Os necessários e urgentes processos de investigação, com a justa punição das autoridades da República, são a demanda maior da sociedade brasileira. E, novamente, o Senado Federal não atende às exigências da sociedade que representa”.

Além disso, o Instituto Ethos acredita que a proposta do conselho, que é a de aproximar a sociedade do Senado, nunca avançou como deveria.

Conheça abaixo o ofício completo:

São Paulo, 18 de outubro de 2017

Ofício Presidência Ethos nº 56 / 2017
Excelentíssimo Senhor Senador Eunício Oliveira
Presidente do Senado Federal

Assunto: Renúncia a representação do Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social no Conselho de Transparência do Senado

Senhor Senador,

Venho por meio desta renunciar incondicionalmente à representação do Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social no Conselho de Transparência do Senado. Distante do povo e incapaz de responder com atos de cidadania, para permanente garantia da democracia e da transparência, a integridade do Senado está em questão.

Acreditamos que as atuais práticas de privatização da política em várias instituições públicas devem ser erradicadas. O Senado Federal deveria ser um exemplo e já teve inúmeras oportunidades para demonstrar sua responsabilidade com um Brasil mais íntegro e justo, porém, até agora, fracassou. Os necessários e urgentes processos de investigação, com a justa punição das autoridades da República, atualmente é a demanda maior da sociedade brasileira. E, novamente, o Senado Federal não atende às exigências da sociedade que representa.

Solicitamos à presidência do Senado a divulgação, no portal da transparência, desta carta de renúncia.

Reafirmamos a necessidade da melhoria do nosso Sistema de Integridade Nacional, por meio da construção de um Plano Nacional, com participação de toda a sociedade, que crie novas relações público privadas de toda natureza, fundadas na ética e na transparência. Para isso, estamos à disposição para contribuir.

Cordialmente,

Caio Magri
Diretor-presidente do Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social

Por: Bianca Cesário, do Instituto Ethos

Foto: EBC

CONTATO

© 2016 Instituto Ethos - Todos os direitos reservados.