ETHOS INTEGRIDADE

Iniciativa de autorregulação do setor da infraestrutura realiza primeira reunião


12/06/2019

Compartilhar

Premissas sobre como as ações serão desenvolvidas foram debatidas pelas empresas signatárias

No último dia 22 de maio, o Centro de Estudos em Ética, Transparência, Integridade e Compliance (FGV-Ethics) recebeu organizações e empresas que integram a iniciativa que busca construir autorregulação no setor de Infraestrutura. Os facilitadores desse processo, Instituto Ethos, FGV-Ethics e IFC, estão unindo esforços para viabilizar um processo de diálogo amplo e transparente com os diversos stakeholders do setor de infraestrutura e a sociedade em geral para endereçar importantes desafios do setor ligados à ética, integridade, transparência e ao combate à corrupção. O resultado desse processo será a implementação da autorregulação em infraestrutura.

Ligia Costa, coordenadora geral da FGV-Ethics, deu as boas-vindas aos presentes ressaltando a premissa do movimento que foi lançado no dia 8 de maio. “Queremos construir com vocês, pois acreditamos em uma ação coletiva. Individualmente não chegaremos a lugar nenhum”, destacou Lígia.

Tanto o Ethos quanto a IFC reforçaram esse propósito e nesta primeira reunião, a intenção foi estabelecer um diálogo conceitual sobre a autorregulação no setor da infraestrutura. Caio Magri, diretor-presidente do Instituto Ethos, observou ser este um ponto inicial, que não sofrerá impactos com a adesão de novas empresas. “Importante garantir memória de onde estamos para que quem der início possa embarcar do ponto onde estamos, a fim de dar celeridade ao processo”, disse.

“A retomada dos investimentos em infraestrutura passa, necessariamente, por um fortalecimento da transparência e da integridade do setor. Somente uma construção participativa e envolvendo toda a cadeia do setor trará credibilidade e legitimidade a esse fortalecimento”, afirma Hector Gomez Ang, Country Head da IFC no Brasil.

No encontro, o diálogo girou em torno dos princípios de governança e integridade e foi identificada a necessidade de criação de grupos temáticos que se reunirão para avaliar temas pertinentes a construção coletiva. A ideia é definir as regras de autorregulação do zero para este setor, inspiradas nas melhores práticas internacionais. “As experiências do Ethos, FGV e IFC nos dão a oportunidade de avançar muito nesta questão que tem início hoje”, ressaltou uma das empresas signatárias.

O grupo também entrou em consenso quanto ao o papel da iniciativa de autorregulação, que não será de punir e vigiar. Mas, sim, de monitorar e estabelecer regras para uma nova forma de conduzir os negócios que vai além do compliance, principalmente nos temas em que, além de esforços individuais, é necessária uma ação conjunta dos players do setor.

O grupo voltou a se reunir no dia 29 de maio para dar andamento ao desenvolvimento das ações. Empresas e organizações do setor de infraestrutura ainda podem aderir à iniciativa  enviando e-mail para: [email protected]. Atualmente, a iniciativa conta com 20 organizações e empresas que assinaram o Termo de Adesão e a Carta de Princípios.

Foto: Pexels

CONTATO

© 2016 Instituto Ethos - Todos os direitos reservados.