NOTÍCIAS

Direitos Humanos
Institucional
Gestao Responsavel
Integridade
Ambiental

ETHOS INSTITUCIONAL

Pronunciamento de Alvim causa repulsa na sociedade civil brasileira

Atores de diferentes campos demonstram indignação com a recorrência de homenagens a violadores de direitos humanos

20/01/2020

Compartilhar

Cerca de 40 organizações do Pacto pela Democracia, coalizão que atua em defesa da democracia no Brasil, se manifestaram contra o pronunciamento do Secretário Especial da Cultura Roberto Alvim, que divulgou no dia 16/01 vídeo institucional parafraseando trechos do discurso de Joseph Goebbels, Ministro da Propaganda de Hitler.

A nota demonstra preocupação com a recorrência, por parte de agentes de alto escalão do governo, de declarações celebrando e homenageando torturadores, violadores dos direitos humanos e regimes autoritários. Para a coalizão, não basta que o Secretário Especial de Cultura seja demitido. É fundamental que o corpo de ministros e secretários seja escolhido tendo como princípio basilar o compromisso com a democracia brasileira.

Confira nota completa:

Demissão é pouco, apologia ao nazismo é intolerável

O Pacto pela Democracia repudia com veemência o pronunciamento do Secretário Especial da Cultura Roberto Alvim, que divulgou no dia 16/01 vídeo institucional parafraseando trechos do discurso de Joseph Goebbels, Ministro da Propaganda de Hitler.

Para defender um projeto de cultura ultranacionalista, Alvim toma como inspiração expressões e estética usadas por um dos idealizadores do nazismo e figura reconhecidamente antissemita. Seu discurso é ultrajante à memória de milhões de vítimas que foram perseguidas e exterminadas pelo nazismo. Nenhum regime democrático deve admitir referências e apologias a um dos períodos mais sombrios da história.

A reação da sociedade em repúdio ao pronunciamento foi contundente. Organizações da comunidade judaica como a Confederação Israelita do Brasil, a Federação Israelita do Estado de São Paulo e o coletivo Judeus pela Democracia se manifestaram. Na esfera política, os presidentes da Câmara e do Senado pediram a demissão do Secretário, bem como a OAB Nacional. Os presidentes do STF e da PGR também repudiaram publicamente. Diversas organizações da rede do Pacto também expressaram seu repúdio, entre elas Acredito, Conectas Direitos Humanos, RenovaBR, Movimento AGORA!Livres.

Após a onda de protestos e manifestações de repúdio, Roberto Alvim foi demitido. Contudo, é importante destacar que não se trata apenas de um posicionamento individual do secretário, mas sim de uma peça de comunicação institucional do governo federal, produzido e aprovado pelo aparelho de Estado brasileiro. Tem se mostrado recorrente, por parte de agentes de alto escalão do governo, declarações celebrando e homenageando torturadores, violadores dos direitos humanos e regimes autoritários. Tais declarações foram sistematizadas na Retrospectiva 2019: Democracia no Brasil.

Assim, não basta que o Secretário Especial de Cultura seja demitido. É fundamental que o corpo de ministros e secretários seja escolhido tendo como princípio basilar o compromisso com a democracia brasileira.

Subscrevem esta nota as seguintes organizações:

  • Abong – Associação Brasileira de ONGs
  • Agora!
  • Atados
  • Casa Fluminense
  • CDPP – Centro de Debate de Políticas Públicas
  • CECIP – Centro de Criação de Imagem Popular
  • CEDAPS – Centro de Promoção da Saúde
  • CENPEC – Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária
  • Centro Nacional de Africanidade e Resistência Afro Brasileiro – CENARAB
  • Clímax Brasil
  • Conectas Direitos Humanos
  • Congresso em Foco
  • Delibera Brasil
  • Engajamundo
  • Frente Favela Brasil
  • Fórum Brasileiro de Economia Solidária
  • Fórum da Amazônia Oriental – FAOR
  • FOAESP- Fórum das ONGs/AIDS do Estado de São Paulo
  • Gestos – Soropositividade, Comunicação e Gênero
  • Goianas na Urna
  • Grupo de Trabalho da Sociedade Civil para Agenda 2030 – GTSC-A2030
  • Instituto Igarapé
  • IDS – Instituto Democracia e Sustentabilidade
  • Instituto Physis – Cultura & Ambiente
  • Instituto Update
  • Inesc – Instituto de Estudos Socioeconômicos
  • Instituto Braudel de Economia Mundial
  • Instituto Cidade Democrática
  • Instituto Ethos
  • Instituto Vladimir Herzog
  • Intervozes – Coletivo Brasil de Comunicação Social
  • Judeus pela Democracia
  • Livres
  • Mapa Educação
  • Nossas
  • Pulso Público
  • Rede Justiça Criminal
  • Transparência Brasil
  • Transparência Capixaba

Por: Pacto pela Democracia

Foto: Pacto pela Democracia

CONTATO

© 2016-2020 Instituto Ethos - Todos os direitos reservados.